terça-feira, 30 de agosto de 2011

Florais de Bach

Florais de Bach









O Dr. Edward Bach desenvolveu um meio simples para se atingir o universo de cura para a humanidade.
Este universo tem sua própria linguagem e simbologia que os terapeutas seguidores aprendem a acessar ensinando as pessoas a usufruir de seu próprio processo de cura. Bach descobriu e resgatou da natureza trinta e oito flores que representam portas de acesso aos diferentes estados de sofrimento da alma.
Cada sofrimento corresponde a um arquétipo e um estado da alma em desarmonia; e cada flor na sua intenção e energia correspondente é uma chave para trabalhar o processo de transformação.







No livro Cura-te a Ti Mesmo, ele enumera as bases para a sua pesquisa com os florais:

A alma é o Eu real do homem: um ser divino, poderoso, filho do Criador de todas as coisas. O corpo é o templo terreno da alma e não passa do seu mínimo reflexo. A alma nos guia, protege e anima, para que tenhamos o máximo proveito das coisas.
Somos personalidades que têm como missão obter conhecimento e experiência. Devemos desenvolver as virtudes que nos faltam e superar nossos defeitos, avançando em direção à perfeição de nossa natureza. A alma escolhe ambientes e circunstâncias que nos ajudarão a cumprir este objetivo.
Nossa passagem pela terra é um breve instante no curso de nossa evolução. A alma é imortal e o corpo é transitório, um instrumento que usamos para criar uma obra de arte.
Quando nossa alma e nossa personalidade estão em harmonia, tudo é paz, alegria, felicidade e saúde. O conflito surge quando a personalidade segue um rumo diferente do traçado pela alma e é a principal causa da doença e da infelicidade.
O criador de tudo que existe é o Amor e tudo o que conhecemos é a manifestação desse amor, seja um seixo ou um planeta, um homem ou uma bactéria. Não é possível separar a manifestação do amor que a cria.



As Combinações de Florais


As 38 essências são divididas em sete grupos segundo os tipos de personalidade, mais o Rescue Remedy, que é uma combinação de cinco essências. Apresentados em frascos de 10 ml ou 20ml, de cor âmbar, que os preserva da luz, com um conta-gotas, as essências florais são preparadas pelo terapeuta.

Os florais podem ser combinados de acordo com a necessidade do paciente – o máximo são seis essências. O uso das essências diluídas é simples: basta pingar quatro gotinhas na língua, quatro vezes ao dia.

Além disso, há também o Rescue Remedy Cream, uma pomada para uso tópico que ajuda em problemas de pele, e o Rescue Remedy Spray, para uso via oral.



Os Grupos e seus Aspectos

MEDO

ROCK ROSE - Hellianthemum nummularium

Aspecto negativo: medo ao extremo, terror e pânico. Emergências graves.
Aspecto positivo: coragem heróica. Desprendido de si próprio.



MIMULUS - Mimulus guttatus

Aspecto negativo: medo e temores de coisas conhecidas, de doenças, dor, escuro, pobreza. Acanhamento e timidez.
Aspecto positivo: coragem de enfrentar todas as situações sem medo.



CHERRY PLUM - Prunus cerasífera

Aspecto negativo: descontrole mental, emocional ou físico. Medo de perder o controle e prejudicar alguém ou a si mesmo.
Aspecto positivo: controle emocional e mental, clareza de pensamento e sentimentos.



ASPEN - Populus tremula

Aspecto negativo: medo vago e indefinido, medo do desconhecido, ansiedade, apreensão, maus pressentimentos e presságios.
Aspecto positivo: viver o novo como uma aventura e confiança no Divino.



RED CHESTNUT - Aesculus carnea

Aspecto negativo: preocupação ou medo que aconteça algo de ruim com seus seres queridos. Pensamentos desprotetor.
Aspecto positivo: Pensamento protetor e positivo em relação ao seres queridos.


INSEGURANÇA

CERATO - Ceratostigma willmottiana

Aspecto negativo: dúvida de suas decisões, precisa de confirmação dos outros. Não confiança em sua voz interior.
Aspecto positivo: confia em sua intuição , na sua voz interior.



SCLERANTHUS - Scleranthus annuus

Aspecto negativo: indecisão, hesitação entre duas opções, vacilante, desequilíbio e oscilação de humor e sintomas.
Aspecto positivo: equilíbio, clareza de decisão acompanhada de ações.



GENTIAN - Gentiana amarella

Aspecto negativo: desanimado, facilmente desencorajado por uma causa, perdeu a fé. Dúvida pela perda da fé.
Aspecto positivo: otimismo e perseverança, confiança na Providência Divina.



GORSE - Ulex europaeus

Aspecto negativo: desânimo muito grande, perdeu a esperança. desistiu de lutar. Exemplo: "não adianta mesmo..."
Aspecto positivo: esperança, luta até o final.



HORNBEAM - Carpinus betulus

Aspecto negativo: insegurança em relação a sua energia para realizar trabalho e as obrigações, mas tem energia para o prazer. Preguiça.
Aspecto positivo: segurança e ânimo para realizar as obrigações, as tarefas do dia-a-dia, com prazer e satisfação.



WILD OAT - Bromus ramosus

Aspecto negativo: incerteza e insatisfação na escolha de uma vocação ou de um caminho, não sabe a direção de sua vida, se sente como um "peixe fora d'água", sem rumo de vida, perdido.
Aspecto positivo: vocação definida. Sabe o que quer da vida, dá direção, perseverança.


FALTA DE INTERESSE NO PRESENTE

CLEMATIS - Clematis vitalba

Aspecto negativo: sonhadores, vivem sonhando com o futuro. Idealizam muito mas tem dificuldade de concretizar suas idéias.
Aspecto positivo: interesse vivo em tudo, inspiração. "Pé no chão", concretiza seus ideais, criatividade.



HONEYSUCKLE - Lonicera caprifolium

Aspecto negativo: nostalgia vive preso às lembranças do passado, dos bons tempos. Saudades.
Aspecto positivo: capacidade de lembrar o passado, mas ao mesmo tempo viver o presente em sua plenitude. Dá o entendimento das vivências mal resovidas do passado.



WILD ROSE - Rosa canina

Aspecto negativo: apatia e resignação. Não se esforça por melhorar, nem luta por nada. Conformado com a vida, tanto faz viver ou morrer.
Aspecto positivo: vivo interesse nas coisas. Capacidade de gozar a vida. Participar da vida com vibração com luz, alegria.



OLIVE - Olea europaea

Aspecto negativo: exaustão, completo esgotamento físico e mental. Falta de energia vital.
Aspecto positivo: energia da vida e luta para enfrentar as dificuldades de nossa existência.



WHITE CHESTNUT - Aesculus hippocastanum

Aspecto negativo: mente perturbada por pensamentos indesejados e persistentes. Tormento mental.
Aspecto positivo: mente calma e tranquila, calma de pensamento.



MUSTARD - Sinapsis arvensis

Aspecto negativo: tristeza profunda, melancolia súbita sem explicação, que vem e vai sem sabermos o porquê.
Aspecto positivo: estabilidade, alegria, serenidade dentro do nosso coração.



CHESTNUT BUD - Aesculus hippocastanum

Aspecto negativo: não aprende com as experiências, repete sempre os mesmos erros.
Aspecto positivo: observa tudo ao seu redor. Aprende com as experiências da vida.


SOLIDÃO

WATER VIOLET - Hottonia palustris

Aspecto negativo: sério, reservado, fechado, não interfere nos assuntos alheios.
Aspecto positivo: alegre, consegue compartilhar seus conhecimentos e vivências, doando e participando da vida.



IMPATIENS - Impatiens glandulifera

Aspecto negativo: irritabilidade e impaciência com pessoas mais lentas, ansiedade e tensão mental. Rapidez no pensar e no agir.
Aspecto positivo: compreensão e paciência com os demais, ritmo harmônico.



HEATHER - Calluna vulgaris

Aspecto negativo: centrado em si mesmo, necessita contar seus problemas a todos. Detesta ficar só.
Aspecto positivo: conségue ser compreendido pelos outros, tem a comunicação clara e profunda.



HIPERSENSIBILIDADE A INFLUÊNCIAS E IDÉIAS



AGRIMONY - Agrimonia eupatoria

Aspecto negativo: esconde uma tortura interna atrás de uma fachada de alegria. Náo assume seus sentimentos.
Aspecto positivo: consegue ser verdadeiro e demonstra o que realmente sente. Alegria espontânea.



CENTAURY - Erythraea centaurium

Aspecto negativo: vontade e personalidade dominada por alguém ou algo, submisso a vontade do outro.
Aspecto positivo: Vontade forte e definida. Serve ao outro mas preserva a sua vontade própria.



WALNUT - Juglans régia

Aspecto negativo: dificuldade de se adaptar em períodos de transição e ou mudança como: puberdade, menopausa e divórcio. Sofre influências externas do presente e do passado.
Aspecto positivo: mantém a individualidade, não se afeta por opiniões ou influências. Rompe laços do passado.



HOLLY - Ilex aquifolium

Aspecto negativo: injustiçado pela vida, sente ódio, raiva, vinga-se.
Aspecto positivo: vence as dificuldades aceitando-a e transformando-as com amor e dedicação.




DESALENTO E DESESPERO

LARCH - Larix decídua

Aspecto negativo: não confia em sua capacidade, antecipação e medo do fracasso, não se arrisca. Sentimento de inferioridade, se desvaloriza.
Aspecto positivo: confia em sua capacidade e desenvolve seus potenciais latentes.



PINE - Pinus sylvestris

Aspecto negativo: culpa, auto-reprovação por seus atos, fica se julgando por tudo e culpa-se por erros alheios.
Aspecto positivo: merecimento de ser feliz na existência, os erros são para o crescimento.



ELM - Ulmus procera

Aspecto negativo: entra em desespero pela sobrecarga de obrigações que a vida Ihe impõe, mas acredita em sua capacidade.
Aspecto positivo: assume sua responsabilidade, vendo saída de como lidar com sua sobrecarga de obrigações.



SWEET CHESTNUT - Castanea sativa

Aspecto negativo: angústia extrema, desolação, sentimento de ter chegado ao limite da resistência. Quando se busca a luz no fim do túnel, para a saída de seu sofrimentos.
Aspecto positivo: encontrar a saída do seu sofrimento para ser feliz, para se conectar com o Superior, O que tudo pode.

STAR OF BETHLEHEM - Ornithogalum umbellatum

Aspecto negativo: para os efeitos de perda ou choque físico, mental ou emocional. Necessidade de ser consolado por grandes perdas e traumas.
Aspecto positivo: corpo e mente, livres de tensão e resquícios de trauma, tem o consolo da alma.



WILLOW - Salix vitellina

Aspecto negativo: ressentimento, rancor, amargura. Sente-se injustiçado pela vida. Muita tristeza e negativismo.
Aspecto positivo: grande otimismo, positivismo, assume a responsabilidade por sua própria vida e felicidade.



OAK - Quercus robur

Aspecto negativo: normalmente forte e corajoso, um lutador, não se rende a doença ou adversidades. Só pensam em trabalhar e servir e esquecem do lazer não respeitam seu limite.
Aspecto positivo: bravo "lutador", forte, respeita seus limites e realiza o seu trabalho de vida.



CRAB APPLE - Malus pumila

Aspecto negativo: sente-se sujo, na mente e no corpo, auto condenação, vergonha de si mesmo, não gosta de sua aparência.
Aspecto positivo: melhora a auto-estima, amor a si mesmo, sente purificado física e mentalmente.


PREOCUPAÇÃO EXCESIVA COM OS OUTROS

CHICORY - Cichorium intybus

Aspecto negativo: possessividade em extremo, super protetor egoísta, exige respeito e obediência. Cobra tudo o que faz pelo outro, ciúmes possessivo.
Aspecto positivo: totalmente desprendido de si mesmo em favor do bem-estar dos outros, amor incondicional, confia no sentimento do outro.



VERVAIN - Verbena officinalis

Aspecto negativo: excesso de entusiasmo, eufórico. Quer convencer todos a suas próprias idéias, fanático e luta por causas justas.
Aspecto positivo: entusiasmo verdadeiro, vibra o que acredita.



VINE - Vitis vinifera

Aspecto negativo: dominante, inflexível, ambicioso, caráter forte, impõe sua vontade.
Aspecto positivo: inteligente, líder compreensivo e forte, vê a saída em situações difíceis.





BEECH - Fagus sylvatica

Aspecto negativo: intolerante e crítico, arrogante, tendência a julgar tudo e todos, só vê o lado negativo do outro.
Aspecto positivo: perfeita tolerância em relação a tudo e a todos, vê o lado positivo dos outros.



ROCK WATER

Aspecto negativo: rigidez moral, auto-exigência muito grande, desejo de ser tomado como exemplo. Se nega e se reprime, rígido e austero consigo mesmo e até com os outros.
Aspecto positivo: vive em harmonia, perfeição, a vida flui e é mais leve, sem cobranças, com a mente aberta.



Situações de Emergência


RESCUE REMEDY

É o floral do socorro e do resgate. Socorro em situações de sofrimento do corpo ou tormentos emocionais, mentais, resgate do equilíbrio da nossa energia, deslocada por algum trauma energético. Tudo que nos esvazia de energia recebe o nome de trauma energético: um susto, más notícias, acidentes que envolvam ou não perda de consciência, enfim, situações que exijam providências imediatas; nestas condições, os elementos sutis do nosso corpo tendem a se deslocar do orgânico. O Rescue Remedy impede a desintegração do sistema energético ou o faz voltar logo ao normal. É o floral mais usado, é aquele que devemos ter sempre conosco para um socorro, quando necessário. O Rescue é portanto, o "floral para todas as situações" porém, não substitui os cuidados médicos.

1. EM QUEIMADURAS

O Rescue é muito importante para o trauma causado pelo calor. Bom para fazer compressas com água ou mesmo com soro fisiológico para hidratação da pele. E depois pode-se usar o creme Rescue para terminar a cicatrização, mantendo o Rescue por via oral durante vários dias.

2. AÇÃO CICATRIZANTE

Em cirurgias: é muito bom usar no pré-operatório, de 3 a sete dias antes. E no pós-cirúrgico até terminar o processo, dependendo da cirurgia. Em fraturas ósseas: melhora o inchaço local e facilita o processo de calcificação óssea.

3. GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA

Na gravidez é uma das essências mais usadas para lidar com a ansiedade, enjôo, dar equilíbrio e limpar os medos. Para as mulheres que sofrem aborto espontâneo ou provocado.
Nas cólicas menstruais, o Rescue sempre ajuda a melhorar a dor, inchaço e a retenção hídrica.

4. EM ODONTOLOGIA

Muito útil para o paciente que tem pânico de ir ao dentista, tomar na véspera e no dia. Durante a cirurgia, ir pingando Rescue "Stock" na boca para diminuir o sangramento e ajudar na cicatrização.


RESCUE CREAM

O Rescue™ Cream é uma pomada para recuperar a pele em casos de cicatrização, hematomas, escoriações e também para não deixar marcas de queimaduras, em casos de alergias da pele, usar com critério médico. O original contém o Crab Apple em sua mistura além das cinco flores do Rescue™.

Florais de Bach as Gotinhas Milagrosas

Florais de Bach as Gotinhas Milagrosas

Dr.Edward Bach nasceu na Inglaterra em 1886. Era Bacharel em Medicina, Cirurgia, membro da Academia Real de Cirurgiões, licenciado pela Academia Real de Médicos e diplomado em Saúde Pública.
Entre 1930 e 1936 ele descobriu, aperfeiçoou e aplicou um sistema sofisticado de cura preparado com plantas silvestres, flores e árvores do campo, hoje conhecido como Remédios Florais do Dr. Bach ou Florais de Bach.

Os Florais de Bach tratam do estado de ânimo e do temperamento da pessoa, ao invés de tratar as doenças físicas. À medida que aumenta a vitalidade do paciente, surgem dentro dele os meios para sua recuperação.

Os Florais de Bach são de ação benigna, não provocam dependência e podem ser usados por pessoas de todas as idades com absoluta segurança.

Pensamentos de Bach:

"A doença é o resultado do conflito entre a alma e a mente, e ela jamais será erradicada exceto por meio de esforços mentais e espirituais".

"Nossa saúde física depende do nosso modo de pensar, dos nossos sentimentos e emoções".

"As doenças reais e básicas no homem são certos defeitos como o orgulho, a crueldade, o ódio, o egoísmo, a ignorância, a instabilidade e a ambição... tais defeitos é que constituem a verdadeira doença..., e a continuidade desses defeitos, se persistirmos neles,... é o que ocasiona no corpo os efeitos prejudiciais que conhecemos como enfermidades".

"Os medicamentos devem atuar sobre as causas e não sobre os efeitos, corrigindo o desequilíbrio emocional no campo energético".

Modo de usar
Deve-se escolher os florais que entrarão na fórmula após seleção e hierarquização dos sintomas. De preferência, escolher até no máximo 6 essências florais de cada vez. Geralmente a dose recomendada é de 4 gotas, 4 vezes ao dia (ao despertar, ao deitar e mais duas vezes durante o dia) que podem ser tomadas diretamente na língua ou em um pouco de água, leite ou no que for mais conveniente. Em casos urgentes pode ser usado a cada 10 minutos, espaçando-se este intervalo conforme a melhora.

Além dos Florais de Bach, a Vitae Farmácia Homeopática trabalha também com os Florais de Minas.

Os Florais de Bach

AGRIMONY: Ansiedade. Desassossego interior mascarado por uma fachada jovial e radiante. Faz qualquer sacrifício para manter a paz de espírito e do seu ambiente. Evita confrontos. Pode usar álcool ou outras drogas para atenuar a tortura mental.
ASPEN: Medos vagos de origem desconhecida. Ex: medo do escuro, medo da morte, etc... Apreensão. Pressentimentos ruins.
BEECH: Intolerante, crítico, não consegue entender os defeitos dos outros. Exigente, irrita-se facilmente com as faltas alheias.
CENTAURY: Para os subservientes, pessoas tímidas e que são facilmente dominadas. Pouca força de vontade. Não é capaz de dizer "não".
CERATO: Não confia em seu próprio julgamento, busca conselhos e confirmação nos outros. Está sempre fazendo perguntas.Pessoa sugestionável.Tende a imitar os outros.
CHERRY PLUM: Medo de perder o controle e a razão. Medo de enlouquecer e de fazer coisas terríveis. Desespero.
CHESTNUT BUD: Incapacidade de aprender com os erros passados. Repete sempre os mesmos erros. Dificuldade escolar.
CHICORY: Para pessoas do tipo "maternal"mas que tendem a exercer um controle excessivo sobre as crianças, familiares e amigos. Amor possessivo e superprotetor. Usam de chantagem emocional. Indicado também para crianças possessivas com pessoas ou brinquedos.
CLEMATIS: Para os sonhadores - falta de interesse no presente. Para quem vive sonhando com o futuro. Falta de atenção, esquecimento, sonolência.
CRAB APPLE: Para quem se sente fisicamente sujo, baixa auto-estima, vergonha de si mesmo. Funciona como um depurativo físico e mental.
ELM: Para os que em determinado momento sentem que não terão forças para cumprir suas responsabilidades . Sobrecarregados.
GENTIAN: Desânimo, pessimismo. Desencorajado quando as coisas não dão certo ou quando há dificuldade de causa conhecida. Para os que desanimam facilmente em qualquer situação.
GORSE: Desesperança, desespero, depressão. Falta de fé, pessimismo. Freqüentemente apresentam olheiras.
HEATHER: Egocêntrico. Detesta solidão. Procura incessantemente por um interlocutor para assuntos de seu exclusivo interesse. Não sabe ouvir. Suga as energias alheias.
HOLLY: Ódio, raiva, ciúme, inveja, agressividade, ganância.
HONEYSUCKLE: Para quem vive no passado. Arrependimento. Nostalgia, saudade. De grande ajuda para pessoas solitárias ou que amarguram decisões do passado.
HORNBEAM: Sensação de "2ª feira de manhã". Cansaço. Bloqueio mental. Sem ânimo para enfrentar o cotidiano.
IMPATIENS: Impaciência. Nervosismo. Tensão mental. Apressado.
LARCH: Sente-se inferior aos outros. Não se arrisca nem se esforça por se sentir convencido de que irá fracassar. Floral muito útil antes de exame. Melhora a auto-confiança.
MIMULUS: Medos e temores por coisas conhecidas (doenças, morte, acidentes, escuro, pobreza, falar em público, etc). Timidez. Acanhamento.
MUSTARD: Tristeza profunda sem explicação. Grande desânimo. Depressão, melancolia que surge de repente e se vai do mesmo modo.
OAK: Trabalhador incansável. Para os efeitos das limitações provocadas por doenças ou adversidades.
OLIVE: Para o esgotamento total, mental ou físico. Exaustão.
PINE: Para culpa. Culpa-se pelos erros dos outros e por tudo que acontece de errado. Recrimina-se.
RED CHESTNUT :Preocupação excessiva e medo pelos outros. Medo de que algo ruim aconteça às pessoas que ama.
ROCK ROSE: Emergências graves (acidentes, risco de vida). Susto, medo, pânico, terror. Nas crianças, para pavor depois de pesadelos.
ROCK WATER: Para os que são excessivamente rigorosos consigo mesmos. Perfeccionistas. Querem ser um exemplo para os outros. Negam a si próprios até mesmo os mais simples prazeres da vida.
SCLERANTHUS: Incerteza, indecisão diante de duas opções. Falta de estabilidade e equilíbrio; estados de ânimo variados (alegria e tristeza, energia e apatia, risos e lágrimas, etc.). Indicado para enjôos em viagem.
STAR OF BETHLEHEM: Para o choque físico ou mental e suas conseqüências . Indicado em situações tais como acidente, notícia ruim, susto muito grande, perda de entes queridos, etc.
SWEET CHESTNUT: Para angústia extrema. Sensação de ter chegado ao limite. Indicado para a sensação de que nada mais resta na vida, nem esperança, nem fé.
VERVAIN: Para tensão. Fanático, dono da verdade, tenta converter os outros às suas idéias e crenças. Dificuldade em relaxar.
VINE: Dominador. Ambicioso e determinado. Não pede, manda. Este remédio ajuda essas pessoas a serem mais compreensivas com os outros.
WALNUT: Indicado para ocasiões de mudança (de casa, de emprego, casamento, divórcio, dentição, puberdade, menopausa, etc.). Protege de influências exteriores.
WATER VIOLET: Orgulhoso, indiferente. Prefere ficar sozinho. Não interfere nos assuntos dos outros e não gosta que interfiram nos seus.
WHITE CHESTNUT: Pensamentos indesejáveis e persistentes que atormentam. Discussões mentais. Idéia fixa. Diálogos internos torturantes.
WILD OAT: Pessoa ambiciosa mas com dificuldade para escolher uma vocação profissional ou caminho, tornando-se frustrada e deprimida.
WILD ROSE: Resignação e apatia. Acredita que sua situação não tem remédio. Sempre cansado; sem vitalidade.
WILLOW: Para o ressentimento, amargura. Culpa aos outros e a vida pelas coisas que acontecem com ele. Sente-se injustiçado. Inveja.
RESCUE REMEDY (associação de cherry plum, clematis, impatiens, rock rose e star of bethlehem):

Para os primeiros socorros, emergências e stress.
Ajuda a encarar os problemas de forma mais serena.
Para situação de tensão ou quando se sentir pressionado, atormentado ou em pânico.
Externamente em forma de creme para queimadura, picada de inseto, massagem, ferimentos e espinhas.

Bibliografia

Dicionário dos Remédios Florais do Dr. Bach. T.W.Hyne Jones - Ed.Pensamento.
Os Remédios Florais do Dr.Bach-passo a passo. Judy Howard - Ed. Pensamento.
Terapia Floral do Dr. Bach - teoria e prática - Mechthild Scheffer - Ed. Pensamento.

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Outra homenagem de Drumomnd ao meu avô !

ô vós todos que passam pelos caminhos das Minas, vê se existe história mais bela do a da minha velha Itabira?

Em uma noite de outubro de 1919, um grupo de amigos residentes da Rua de Baixo (Rua dos Operários), reuniu-se para formar um conjunto musical com o objetivo de animar os bailes do Clube dos Operários.

Em momento alguns aqueles irmãos e primos imaginavam que o tal conjunto transformaria na tradicional Corporação Musical Santa Cecília.

O poeta Carlos Drummond de Andrade imortalizou a Banda Santa Cecília nos versos do poema “Música Protegida”.

Santa Cecília, anterior aos sindicatos
Protege os músicos da mina.
Ninguém seja cantor ou instrumentista.
Quer no sagrado ou no profano.
Sem prender aos doces laços
de sua melódica irmandade.
Quem infligir à santa regra,
ofensa faz ao povo e ao céu,
A boca lhe emudece e o instrumento
cai sem som na laje fria.
Mas aos pios irmãos, Santa Cecília,
a cada dia e a hora
conceda a voz mais pura
e o mais divino som ao clarinete.

Percebe-se nos versos a oração feita pelo poeta, clamando proteção aos músicos da mina.

A banda era carinhosamente chamada de Musa da Rua de Baixo. A música corria no sangue daquela gente.

Meu Deus! Que povo festeiro é uma grande honra ter o nome de meus antepassados nos livros de todo o mundo .Corporação Musical Santa Cecília
A Corporação Musical têm o objetivo de promover a educação, propagação e o cultivo da arte musical; além de visar criar melhores opções de lazer, ampliar as oportunidades de recreação no município e região, estimular o interesse pela prática da música instrumental, revelando, dessa forma, novos talentos.
A Santa Cecília é uma entidade filantrópica, reconhecida como Utilidade Pública em 1º de dezembro de 1970, pela Lei Municipal nº 1.026.
Essa Corporação, desde sua criação, participa da vida social e cultural do município de Itabira e região. Dentre suas participações estão: eventos cívicos da comunidade, comemorações religiosas, retretas em praças, encontros de bandas e programa de formação de novos músicos, dentre outras.
Faz parte do Museu de Território Caminhos Drummondianos com a placa-poema “Música Protegida”.É mesmo uma grande honra!

Ser Homenageada por Carlos Drumomnd e Andradade não é pra qualquer um!

Drummond: Mais Lanterna Mágica

O poema IV, Itabira, promete pelo título autobiográfico algum tipo de epifania pessoal, mas é seco como uma foto em preto-e-branco: “Cada um de nós tem seu pedaço no pico do Cauê. / Na cidade toda de ferro / as ferraduras batem como sinos. / Os meninos seguem para a escola. / Os homens olham para o chão. / Os ingleses compram a mina. / Só, na porta da venda, Tutu Caramujo cisma na derrota incomparável”. Este poema é uma espécie de anotação para o que é talvez o primeiro grande poema de CDA sobre sua terra natal, “Confidência do Itabirano” (em “Sentimento do Mundo”).
Gente, Tútu Caramujo Imortalizado por Drumomnd era meu tataravõ é um grande orgulho ser homenageada por ele isso não é pra qualquer um.

terça-feira, 16 de agosto de 2011

COMO A CIÊNCIA VÊ O REIKI


Por William Lee Rand (Reiki News Magazine)
Pesquisas científicas na área de imposição das mãos vem sendo feitas há algum tempo. Há agora algumas experiências que validam e comprovam o tratamento com Reiki como técnica de cura. Alguns dos resultados mais interessantes dessas pesquisas demonstram que os resultados estão cada vez mais positivos hoje em dia.
Quase todos os hospitais e centros de saúde pesquisaram e utilizam a técnica. Um dos exemplos dessas pesquisas: "Cura por Reiki - Uma Perspectiva Fisiológica". Em seu estudo, 48 pessoas compuseram o grupo experimental, enquanto 10 formaram o grupo de controle. Os grupos tiveram amostras de sangue retiradas no princípio e término da experiência. O grupo experimental recebeu tratamento com Reiki. O grupo de controle não recebeu o tratamento com Reiki.
Das amostras de sangue foram analisados a hemoglobina e o hematócrito. Hemoglobina é a célula vermelha do sangue que leva oxigênio. Hematócrito é a relação das células vermelhas do sangue com o volume total de sangue. As pessoas do grupo experimental que receberam o Reiki tiveram mudança significativa nesses valores com 28% sofrendo um aumento e o resto uma diminuição. As pessoas do grupo de controle não tiveram mudança significativa. As alterações, aumento ou diminuição são consistentes com o tratamento com Reiki, que é trazer equilíbrio para uma boa saúde.
Uma paciente teve 20% de aumento nesses valores. Ela continuou tratando-se 3 vezes por semana com Reiki e depois de 3 meses o aumento foi mantido. A paciente vinha de um quadro de anemia por deficiência de ferro. Outra experiência demonstrou aumento nos valores de hemoglobina, conduzida pela médica Otelia Bengssten, em um grupo de 79 pacientes com diagnósticos de pancreatite, tumor cerebral, enfisema, desordens endócrinas múltiplas, artrite reumática e parada cardíaca. O tratamento de Reiki foi feito em 46 pacientes, sendo 33 os de controle. Os pacientes mostraram aumentos significativos nos valores de hemoglobina. A maioria dos pacientes informou melhoras ou desaparecimento completo dos sintomas.
Esta experiência e a anterior demonstraram que as aplicações de Reiki produzem melhoras biológicas.
Outra experiência foi efetuada por Janet Quinn, diretora assistente de enfermagem na Universidade da Carolina do Sul. A meta dessa experiência era eliminar o efeito placebo. Trinta pacientes de coração receberam 20 perguntas de um teste psicológico para determinar o nível de ansiedade. Eles foram tratados com Reiki. Um grupo de controle de pacientes também foi tratado com tratamentos alopáticos à base de remédios convencionais. No primeiro grupo 17% teve o nível de ansiedade diminuído depois de 5 minutos de tratamento; o outro grupo não apresentou nenhuma modificação.
Daniel Wirth, da Pesquisa Internacional de Ciências de Cura em Orinda, Califórnia, conduziu um experimento controlado usando o Reiki. Quarenta e quatro estudantes da faculdade, do sexo masculino, com diversos e diferentes quadros. Todos os 44 receberam a administração do Reiki. Foi-lhes informado que o experimento era sobre a condutividade elétrica do corpo. Ninguém sabia que a experiência era sobre cura. No oitavo e décimo sexto dia foram feitas avaliações de cada um sobre comportamentos emocionais e dores ou problemas físicos. Depois de oito semanas, esse grupo tratado sentia diferenças em seus corpos, como mais disposição, bem estar, clareza mental e sono muito melhor.
Dr. John Zimmerman, da Universidade de Colorado, usando um SQUID (Dispositivo Supercondutor de Interferência Quântica) descobriu que campos magnéticos são criados ao redor das mãos de aplicadores e terapeutas de Reiki. As freqüências dos campos magnéticos que cercam as mãos dos reikianos eram de ondas dos tipos alfa e gama, semelhantes às observadas no cérebro de meditadores.
Dr. Barnard Grad, da Universidade de McGill em Montreal, usa sementes de cevada para testar o efeito de energias curativas psíquicas em plantas. As sementes foram plantadas e regadas com uma solução salina que retarda o crescimento. Uma parte das sementes, lacradas em um recipiente, foi regada com a solução energizada por um reikiano durante 15 minutos, e outra não foi. A pessoa que molhava as plantas não sabia qual grupo estava sendo aguado com a solução energizada com o Reiki e qual não estava. As plantas regadas com a solução salina cresceram mais rapidamente e mais saudáveis, com 25% mais peso e um teor de clorofila mais alto. Estas experiências envolvendo plantas, além de confirmarem a natureza da cura psíquica, confirmam a antiga compreensão metafísica de que energias curativas podem ser armazenadas em água para uso futuro.
Em outra experiência envolvendo a curadora psíquica Olga Worrall, o Dr. Robert Miller usou um transdutor eletromecânico para medir a taxa de crescimento microscópica de grama de centeio. O dispositivo usado tem uma precisão de milésimos de polegada por hora. O Dr. Miller fez a experiência em seu laboratório, fechando em seguida a porta para eliminar qualquer perturbação. Foi pedido a Olga, que se encontrava a mais de 600 milhas, para rezar e postar as energias das mãos à distância para a planta da experiência exatamente às 21 horas. No dia seguinte, quando o Dr. Miller voltou ao laboratório, o equipamento de teste tinha registrado crescimento contínuo normal de 6,25 milésimos de polegada por hora até às 21 horas. Naquele momento, o registro começou a divergir para cima e tinha subido a 52,5 milésimos de polegada por hora, que correspondia a um aumento de 840%! Esta taxa de crescimento permaneceu até de manhã, quando diminuiu, mas nunca para seu nível original.
O grupo de Spindrift fez extensas pesquisas envolvendo oração, Reiki e plantas. Os resultados indicaram que as plantas para as quais as rezas e o Reiki foram dirigidas crescem mais rapidamente e são mais saudáveis em comparação com as que não receberam, embora as condições sejam iguais para ambos os grupos de plantas.
Mais experiências estão sendo feitas e teorias científicas desenvolvidas para descrever o Reiki como técnica de cura. O desenvolvimento de equipamentos mais sensíveis permitirá à ciência entender, validar e praticar a realidade do tratamento com Reiki. Com isso veremos um uso crescente do Reiki individualmente, na família, em hospitais e consultórios. Um conhecimento mais profundo da natureza da saúde e da unidade de toda a vida redescobrirá a velha sabedoria que diminuirá o sofrimento, tornando a vida na Terra mais agradável e promovendo a cura do planeta.

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Lindo testemunho de cura com a Mesa Radiônica

Eu tinha, eu era... Eu Tenho, Eu Sou!



No final de semana do feriado, resolvi ir ao cinema, rsrs que idéia mais absurda, cinema lotado, milhares de pessoas com a mesma idéia, e eu que desisti de viajar pensando que seria tranquilo ficar por aqui. Essa almejada tranquilidade acho que não existe em mais nenhum lugar...
Passei então o programa para o dia seguinte, sábado, às 11:30h, que bela idéia, cinema vazio e o filme a curtir pela frente.

Assisti ao filme Meia-Noite em Paris, o filme me fez pensar um pouco sobre a vida que levamos hoje, o tanto que tentamos nos conectar com o passado que já foi ou com o futuro que virá. Este é o mais nítido reflexo da insatisfação vivida hoje. No filme, o autor vive uma vida que não desejaria, não se encontra nos padrões exigidos pela sociedade, e portanto, volta sempre ao passado como se aquela fosse a época ideal a ter sido vivida.

Na minha reflexão sobre o filme, comecei a me lembrar do número de vezes que ouço pessoas que me dizem coisas do tipo: quando eu trabalhei em tal lugar; quando eu era casada; quando eu era criança; quando em tinha dinheiro; quando eu era prestigiada... sempre a menção é feita a um período passado, como a época de ouro em suas vidas.

Existem também as pessoas que se conectam ao futuro do tipo: quando eu me casar; quando eu conseguir o tal emprego; quando eu comprar a casa que desejo; porque será que sempre nos esquecemos do momento presente? Isto representa pura insatisfação com a vida que levamos hoje, e como o seu hoje é o momento mais importante a ser vivido, por que não fazer dele o momento mais especial?

Sentir-se insatisfeito com a vida que se leva hoje pode ser o mesmo que se sentir dentro de um buraco e não parar de cavá-lo até que a luz pelo acúmulo de terra venha a desaparecer. O seu momento é agora, faça uma lista do que pode estar lhe impedindo de ser livre e feliz e comece a trabalhar cada um destes aspectos buscando como objetivo a felicidade plena. A Mesa Radiônica é de fundamental importância neste processo de equilíbrio e eliminação de padrões arraigados ao longo do tempo.
Com a mudança dos padrões de frequência vibratória, surge a esperança e a tranquilidade nos dando a certeza que coisas melhores virão e isto nos dá a força necessária para resistir a toda nossa realidade presente que precisa ser modificada.
A certeza plena do equilíbrio obtido será no dia em que você sentir que a felicidade que busca não está em nenhum lugar, mas, simplesmente, nos passos que dá a cada dia.

Há alguns meses, atendi uma mulher que havia se separado e estava com síndrome do pânico. A tristeza era tanta em suas palavras que no intervalo de cada frase, chorava copiosamente. Sentia-se culpada pelo término do casamento e não conseguia ficar sozinha e se sentia abandonada por tudo e por todos.

Iniciamos o trabalho com a Mesa Radiônica. Após o primeiro atendimento que foi somente um equilíbrio de freqüências, a mulher já conseguia verbalizar melhor a sua história. Contou-me, então, que nos últimos tempos havia se tornado uma pessoa muito crítica e agressiva. Não se sentia realizada com a vida que levava hoje, achava que seu marido podia ser diferente, criticava-o e agredia a cada instante até o momento em que ele decidiu sair de casa.
Ela era advogada e dizia que hoje não tinha quase clientes e que financeiramente sua vida era um fracasso.

Na Mesa Radiônica, encontrei um bloqueio energético logo depois do seu casamento, e perguntei então o que havia acontecido.
Ela desabafou que essa fora a pior fase de sua vida, seu marido por ciúmes a convencera largar o emprego que ela tinha em um grande escritório, onde estava há anos. Deu-lhe uma sala para trabalhar na sua empresa; passou, então, a invadir a sua vida profissional, criticava a forma como conduzia os seus processos, a desmotivara completamente.

Expliquei-lhe que ali se iniciara o fim do seu casamento e o início da sua síndrome do pânico, que foi exatamente o momento em que perdeu o total controle sobre a sua vida. Ela deixara de existir como mulher e profissional, perdera o seu brilho pela vida, passou a viver sobre o controle de seu marido, que, por amá-la em excesso, passou a sufocá-la.
Ela me olhou assustada e depois de refletir acabou concordando plenamente. Então, questionou: ele é o culpado por tudo que está ocorrendo na minha vida hoje?
De imediato, disse-lhe que ele não tinha culpa alguma, ela apenas permitiu que as coisas fossem conduzidas desta forma e, agora, através do pleno reestabelecimento de seu equilíbrio pessoal, auto-estima e poder pessoal, poderíamos resgatar esta pessoa que ela fora no passado e tornar aquela época maravilhosa em que fora ela mesma, trazendo-a para o seu presente.
Ela me disse: realmente tenho saudades do tempo em que eu comandava minha vida, em que era bem-sucedida, que reconhecia o meu valor e fazia meu trabalho ser um sucesso.

Com o passar do tempo, o equilíbrio foi voltando, a síndrome do pânico sendo tratada e a auto-estima sendo recuperada. Como já se encontrava mais confiante, com o controle de sua vida, sugeri que, finalmente, alugasse uma sala e voltasse a advogar, que isso lhe faria bem.

Hoje passados alguns meses ela está em plena atividade profissional e namorando o marido, como assim me contou, estamos retomando a nossa história.
Eu então lhe disse: Após o seu tratamento pela Radiestesia, finalmente resgatamos quem você sempre foi!!!!!!

 Maria Isabel carapinha