segunda-feira, 6 de junho de 2011

Reiki

Reiki


Resgatado pelo monge budista Mikao Usui, em meados do séc. XIX, o Reiki utiliza-se da imposição das mãos e da Energia Vital Universal, no intuito de restabelecer os campos energéticos do paciente, proporcionando-lhe equilíbrio físico, mental, emocional e espiritual.

Inúmeros são os relatos de que esta terapia está sendo utilizada com eficácia em hospitais de renome, em diversos países, como método auxiliar de tratamento no restabelecimento de pacientes internados.

O Reiki atua sobre os estados de stress, ansiedade, depressão e diversos outros de origem psicológica. A nível físico, ativa glândulas, órgãos, sistema nervoso e imunológico. É indicado também para fins preventivos.

Esta técnica não está associada a qualquer tipo de crença ou religião, sendo que pesquisas científicas têm confirmado as mudanças fisiológicas (como por exemplo, o aumento da taxa de hemoglobina mesmo em pacientes tratados com medicamentos anticancerígenos) e os benefícios curativos em indivíduos com os mais diversos tipos de desordens físicas e psicológicas.

Ao receber o tratamento de Reiki ocorre uma queda no metabolismo do paciente, devido ao estado de relaxamento, observando-se também uma diminuição da freqüência cardíaca e respiratória e uma variação no padrão de suas ondas cerebrais, que passam da faixa alfa-beta (associada à consciência de vigília normal) para o padrão de 5º estado, que ocorre na faixa alfa (relaxamento), alfa-teta (criatividade) e delta (sono profundo), liberando as tensões, acalmando e aliviando inclusive dores físicas.

Estudos científicos têm comprovado a eficácia desta técnica quando aplicada em plantas e animais, fato este que elimina a hipótese de seus efeitos como placebo.

O Reiki pode ser utilizado em bebês, crianças, adolescentes, adultos e idosos, não havendo qualquer contra-indicação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário